Páginas

sábado, 4 de setembro de 2010

A Ilha do Medo

A Ilha do Medo (Shutter Island, filme)
    Desde “Gangues de Nova Iorque” (2002), a dupla Martin Scorsese [Os Bons Companheiros (The Goodfellas) e Taxi Driver] e Leonardo DiCaprio(Titanic e Diamante de Sangue) tem produzido grandes sucessos como “Os Infiltrados”(The Departed)“O Aviador”.A recente produção da dupla, “A Ilha do Medo”(Shutter Island), é baseada no livro “Paciente 67”(Shutter Island) de Dennis Lehane e é um suspense do tipo psychological thriller.
                Em 1954, o agente Teddy Daniels(DiCaprio) e seu novo parceiro Chuck Aule(Mark Ruffalo) embarcam à Shutter Island, onde fica o Ashecliff Hospital para os criminalmente insanos. Teddy e Chuck precisam investigar uma paciente foragida, Rachel Solando que foi internada depois de afogar seus três filhos. Teddy, um veterano da Segunda Guerra Mundial, ainda tem pesadelos com a morte de sua mulher, Dolores Chanal(Michelle Williams), que morreu num incêndio criminoso por Andrew Laeddis.


               Ao chegar lá, a autoridade federal dos dois é subjulgada e os dois têm suas armas confiscadas. Junto aos guardas do sanatório, começam a procura por Rachel. Sem sucesso em encontrá-la, Teddy pede para o Chefe da Psiquiatria, Dr.John  Cawley(Ben Kingsley, de Ghandi e o recente Príncipe da Pérsia: As areias do tempo) as notas do psiquiatra de Rachel, Dr.Sheehan,  que saiu da ilha na noite de seu desaparecimento, e o arquivo sobre ela do hospital.Cawley nega, causando suspeitas em Teddy.
    Teddy ainda descobre de uma Ala proibida no sanatório, onde os pacientes mais perigosos estão, onde seus nomes são confidenciais e é proibida a entrada. Devido essa confidencialidade, o jeito de agir suspeito dos habitantes da ilha, a recusa de Cawley em liberar as notas do hospital e a existência de uma Ala proibida, a teoria dos agentes é que hospital está fazendo experimentos psiquiátricos e suspeitam que não estejam ali por causa de Rachel. Quando Teddy sonha com sua mulher que lhe diz que Laeddis, o incendiário responsável por sua morte está na ilha, ele tem a certeza que tem alguma coisa errada acontecendo naquela ilha.




    A atuação de DiCaprio continua impecável, e Scorsese mostra que sabe o que faz, deixando pequenos detalhes no filme que resolvem vários dos mistérios. Shutter Island se utiliza de aspectos kafkanianos na trama, questionando a lucidez nos olhos de quem veste a máscara da loucura. O filme diz mais numa segunda apreciação, talvez ainda mais na terceira, mas mesmo após ver uma vez, o papel de refletir sobre a conclusão da película fica com o espectador.

2 comentários: